11/03/2008

Nem todos têm uma vida "Cor de Rosa"...



Foi anunciado ao País novos lucros recorde em 2007 relativo ao crescimento da banca nacional, no entanto demora a ser dito aos portugueses que paisagens formadas por gentes sem nada, irão ser erradicadas. Chama-se democracia ao regime político de Portugal e depois eu é que sou defensor de politicas... Onde é que pára afinal as politicas sociais?



Pessoas que sofrem de dor, fome, sem qualquer qualidade de vida e pior ainda sofrem a vergonha de não serem tratados com a dignidade exigida ao Ser Humano.
Farrapos e trapos humanos que nada têem, coabitam com vaidades de pessoas que querem mostrar o que não são ou não têm.
Ninguém ou poucos ligam a estas pessoas, outros escorraçam-nos deixando-lhe unicamente a rua como chão e o céu como tecto.
Avenida da Liberdade, mas que raio de liberdade esta que tem prisioneiros da miséria. Do outro lado da avenida era ver a PSP a abrir corredor para uma dúzia de carros (pagos com os nossos impostos) cada com um único passageiro no banco de trás com origem e destino ao mesmo local. Talvez o dinheiro que foram gastar no almoço de um, alimentasse ou tratasse esta mulher vários dias.
Chega de pseudo-politicas para bem do povo, que já temos 2,5 milhões de pobres, um número a aumentar diariamente.

1 comentário:

Lu disse...

Mas eles não nos ouvem. Estão nos seus pedestais e as lágrimas do povo não chegam até eles.